ESTUDO PARA FESTIVAL AO SER SUPREMO:
PRIMEIRO ATO ( Robespierre lecionando sobre a falência revolucionária)
SEGUNDO ATO ( Homenagem à Charlotte Corday e a descarga dos Sans-Culottes)

--------------------------------------

STUDY FOR THE SUPREME BEING FESTIVAL:

ACT ONE (Robespierre teaching about revolutionary failure)

ACT TWO (Tribute to Charlotte Corday and the discharge of the Sans-Culottes)

2016; ação e instalação / action and installation

“Estudo para festival ao ser supremo” é uma ação dividida em dois atos. Ato I (Robespierre lecionando sobre a falência revolucionária) Consiste no proponente da ação vestido com trajes semelhantes ao de “Robespierre”, lecionando sobre revolução francesa, usando como lousa uma rampa de skate. Em intervalos previamente definidos o orador para a aula e bebe um copo de cachaça e ao longo da ação a narrativa da aula vai se perdendo devido os efeitos do álcool. O primeiro ato se encerra quando o palestrante perde completamente a narrativa da aula. Ato II (Homenagem a Charlotte Corday e a descarga dos Sans-Culottes) O segundo ato consiste na banda “Charlotte matou um cara” tocando repetidamente uma versão da musica “Ça ira” (musica emblemática da Revolução Francesa) enquanto três skatistas vestidos com os trajes dos Sans-culottes andam de skate intensamente sobre a rampa previamente usada como lousa. O segundo ato se encerra quando os skatistas ou a banda se desgastam ao ponto de não conseguirem continuar fazendo suas ações. Os dois atos são filmados pela entidade de Jacques Louis David.

                                                                           ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

“Study for the festival of supreme being” is an action divided into two acts. Act I (Robespierre teaching about revolutionary bankruptcy): The proponent of the suit dressed in costume similar to “Robespierre”, teaching about the French revolution, using a skateboard ramp as a blackboard. At predefined intervals the performer stop the class and drink a glass of cachaça, throughout the the class the narrative structure is lost in order of the effects of alcohol. The first act ends when the speaker loses completely the narrative of the class. The Act II  (Tribute to Charlotte Corday and the Sans-Culottes Discharge) consists of the band “Charlotte killed a guy” repeatedly playing a version of the song “Ça ira” (emblematic music of the French Revolution) while three skaters dressed in the Sans-culottes costumes skate intensively over the ramp previously used as a slate. The second act ends when the skaters or the band wear out to the point of not being able to continue their actions.

performers: Guilherme peters, Eduardo Correa Kissajikian, Nina Veloso, Andrea Dip, Dori Onnez, Katharina Cotrim, Renato Custodio, Fabiano Rodrigues, Akira Shiroma.